[Receita Prática] Colete Corriedale em top down – Parte 01

Um colete simples e bem rapinho, para abrir os trabalhos de inverno.

Foi assim que tricotei esse colete top down acinturado. Aqui segue a primeira parte, depois publicaremos as orientações para o ajuste do busto, centralização da modelagem para a cintura e barras de acabamento.

A beleza da peça vem do fio artesanal;  os furinhos no eixo do raglan dão leveza a peça.

Materiais:

agulhas circulares de 7mm  e 6mm

340 gramas de lã corriedale Fiolã,  na cor marrrom natural, fio espessura média Coleção Brinco de Princesa

Marcadores coloridos

Noções Básicas:

Meia frente e costas (kfb)

Aumento tipo cast on ou aumento tricotado

Medidas:

O tamanho do busto foi calculado para 102 cm

Medidas da peça finalizada: 50 cm comprimento total – 20 cm para a cava (medida plana), 30 restante. Medida tomada a partir do alto do ombro. Medida total da peça aberta: 86 cm.

Amostra: 10 cm= 13 pontos

Cava: 23 cm ( medido sobre a linha do raglan)

Montagem inicial, antes de começar com as laçadas para o aumento do raglan:

1 meia (frente esquerda), 1 meia (eixo do raglan), 8 (mangas 01), 1 (eixo do raglan), 20 (costas), 1 (eixo do raglan), 8 (manga 02), 1 (eixo do raglan), 1 meia (frente direita) =42 pontos

Tricote uma carreira em ponto tricô, colocando os marcadores como segue: 1 t, marcador, 1 t, marcador, 8 t , marcador, 1 t, marcador, 20 t, marcador, 1 t, marcador, 8 t, marcador, 1 t. (total na agulha=42 pontos)

Atenção: essa carreira de montagem define a estrutura do trabalho.  Depois de montar, é feito um carreira em tricô e na seguinte inicia-se o direito do trabalho. Por que? Porque a montagem cria meia no direito e tricô no avesso, portanto a o que parece ser a primeira carreira, observando-se o desenho, já seria a segunda, portanto, o avesso. Quando na receita esta escrito marcador é apenas para passar o marcador de uma agulha para outra.

A partir daí, basta seguir o eixo do raglan tricotando meia no direito e tricô no avesso, até atingir a altura desejada da cava, como segue:

Direito: 1 meia, laçada, marcador,1 meia,marcador, laçada, (manga) meia até o próximo marcador , laçada, marcador, 1 meia, marcador,laçada, (costas) meia até o próximo marcador, laçada, marcador, 1 meia, marcador, laçada, (manga) meia até o marcador, laçada, marcador, 1 meia, marcador, laçada, 1 meia.

Avesso: em t ricô

Repetir por seis carreiras.

Inicie o trabalho do decote. Segundo as carreiras acima, apenas faça um aumento (kfb, meia frete e costas) no meia do início e final da carreira por quatro carreiras de direito. Para finalizar o decote, aumente seis pontos no início das duas próximas carreiras.

Então continue seguindo os aumentos  até atingir 23 cm de altura da cava, medida sobre a linha do raglan.

Bom final de semana a todos,

Fácil de Fazer: revistas da Editora Alto Astral com receitas Tricô Sem Costura

Já estão nas bancas  as revistas  da Editora Alto Astral  com receitas do Tricô Sem Costura Atelier: Fácil de Fazer  Cachecóis e  Fácil de Fazer Tricô. Em cada uma das publicações há cerca de 13 receitas do Tricô Sem Costura Atelier~juntamente com trabalho de outras  artesãs.

Colaboraram com o trabalho de execução das peças as amigas e exímias tricoteiras marilienses: Áurea Balieiro Gomes, Elizabeth da Silva, Luzinete Alaíde da Silva Oliveira e Márcia Kogawa.

Agradeço ao convite da Cristiane Goto e atenção e simpatia de toda equipe da Editora, em especial a Gustavo Cândido, Tais Castilho, Silvia H. Vieira , Mirian Izabel Sasaki e à editora de Linhas Raquel Luciano.

Bom tricô!!!

 

Descobrindo o mundo da tecelagem

Na  sexta feira dia 09/12  recebi meu tear de pente liço da Arte Viva Teares. Vou usar a apostila  Tecelagem Manual: tear de pente liço Nível 01 do Eng. Áquila Klippel, muito didática, explicações e ilustrações super eficientes.

Montei e já terminei meu primeiro projeto, um pequeno tapete em algodão com o fio Nativa 7 em ponto tela, ponto básico da tecelagem. Estou encantada com a tecelagem a tranquilidade e a beleza da trama tem efeitos muito agradáveis, e o ato de tecer é como um mergulho para fora do tempo.

Quando estive na Fiolã fiz um treinamento intensivo com Ellen e agora vou pouco a pouco me alfabetizando e ganhando intimidade com os novos termos: cala, pente,  navete, urdidura, duíte, batedor etc. Cada tipo artesanato tem uma linguagem, um ritmo  e uma tensão própria.

Esta semana montei uma manta. Seguindo a apostila, escolhi o listrado de urdidura regular, em que  se utiliza uma cor para a trama, escolhi o branco, e várias cores para a urdidura num sequência padrão, 12 fios de cada cor que correspondem a 6cm, já que estou usando o pente 2×1.

Depois da manta, pretendo fazer  pequenos projetos seguindo os procedimentos de estampas da apostila, o próximo será o xadrez regular.

E o tricô?! Aguarda. Afinal um dia tem apenas 24 horas, rsrsr

Abaixo algumas fotos da aventura, mais nos meu álbum Ensaios de Tecelagem no Facebook.

Abraços

Mini Meias para árvore de Natal

Essas são as mini meias para árvore de Natal com detalhe em fair isle que Elaine Morelato Vilela Fraga, mãe de aluno da escola Waldorf Cora Coralina fez com a receita publicada aqui no blog. As meias foram doadas para o Bazar da escola e já foram vendidas. Também, vejam que graciosas.

Parabéns, Elaine,

Abraços,

O Bazar de Natal continua até o final da semana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[Tradução] A beleza da simplicidade no tricô de Tanya Beliak

Esta receita é uma supresa, tão delicada e simples: o Cachecol/Gola  Simplicidade Eternidade. Criada pela tricoteira canadense Tanya Belyak , a receita está disponível gratuitamente em seu blog Crocheterie e no Ravelry.

Uma opção para quem quer treinar técnicas de acabamento é colocar os pontos com o método provisório e finalizar com um grafting. Atenção: o caimento da peça vem da leveza da alpaca. Um outro fio não terá o mesmo efeito visual.

Tanya, thanks. Your pattern it’s so beautiful.

Bom tricô!

Happy Knitting!

Simplicity Eternity Scarf/Cowl

Fio: Berroco Ultra Alpaca
Amostra: 8 pontos 10 carr =5 x 5 cm
Agulhas 4mm

Monte 30  pontos

Lado direito: tricote todos os pontos em meia.
Lado avesso: 15 meias, 15 tricôs

Repita essas duas carreiras até o fim no novelo ou até alcançar o comprimento desejado do cacheco/gola. A peça mostrada na foto  tem 105 cm (42′), o suficiente para dar duas voltas no pescolo, e não muito comprido para ser usado como um cachecol.
Arremate.

Costure as pontas com uma agulha de tapeçaria ou uma agulha de crochê.

Fotos do blog Crocheterie

cedidas pela autora da receita para ilustrar a tradução.

[Galeria dos Leitores] Boina em Lã

O dia começou bem! Ao abrir os emails deparei-me com a mensagem de Irene , uma leitora do blog que tricotou minha  receita de boina. E enviou as fotos para a Galeria dos Leitores. Ficou perfeita,

Irene Carvalho mora na cidade de Paranavaí, noroeste do Paraná.

Esta portuguesa simpática já está no Brasil há quarenta anos, sempre no estado do Paraná.

O gorro foi feito com agulha 5mm e lã Cetim da Cisne.

Parabéns Irene!

Clique no link abaixo para acessar a receita

http://tricosemcostura.com/2011/09/13/receita-pratica-boina-em-la-corriedale/

Olá! Bom dia!
Agradecendo de novo sua gentileza em enviar a receita do gorro, estou enviando foto do que eu fiz.
Ficou diferente do seu .Como uso o método portuuês de tricotar, tenho dificuldade em fazer o meia torcido.
Assim mesmo gostei muito.
Deus lhe pague.
Abraço carinhoso.

Tricô Sem Costura comemora 1 Ano! Para as leitoras, um xale de Lankakomero

Hoje, 21 de setembro o blog Tricô Sem Costura completa 1 ano com 292170 page views. E para comemorar publicamos mais uma tradução da designer finlandesa Lankakomero: : o Sirppi Shawlete, um mini xale.
Agradeço  as leitoras, as parcerias e a todos os amigos que encontramos nesse percurso. 

Um grande abraço e obrigada a todos,

Bom tricô!

Mini xale Sirppi : clique aqui para obter a receita

Criação e execução da peça acima: LANKAKOMERO

Página no Ravelry: http://www.ravelry.com/patterns/library/sirppi-shawlette

[Receita prática] Boina em lã corriedale

Irene, uma leitora do blog gostou da boina que estou usando numa das fotos que postei e pediu-me a receita. Então conto a historinha. Aqui onde moro não uso boina nem toucas. No máximo, enrolamos o cachecol na cabeça quando o vento está um pouquinho mais de

frio. Eu não conhecia o RIo Grande do Sul e claro, não conheço esse  frio que faz as pessoas usarem aquelas coisas lindas de lã.

Então, antes da viagem, segui o conselho do marido, de que seria bom  levar uma touca para esquentar a cabeça. Apesar da correria de organização de mala etc fiz essa boina rapidinha com um pouco da lã corriedale Fiolã que usei pra fazer um colete. Não tem segredo,  é uma boina comum que tem várias versões na internet.  Essa eu fiz com nove seções, queria algo bem solto.

Receita:

90 gramas de lã corriedale Fiolã na cor azul jeans

agulhas retas de tricô 9mm

Coloque 9 pontos na agulha. Atenção que o aumento utilizado nesse modelo não cria furinhos, apenas acrescenta um ponto, veja ilustração no vídeo no final do post.

Carr.01: 1 meia, 1 aumento , 1 meia, 1 aumento até o final (total 17 pontos)

Carr. 02 e todas as carreiras pares: toda em tricô

Carr. 03: 2 meias, 1 aumento, 2 meias, 1 aumento (repetir até o final da carreira)

Carr. 5: 3 meias, 1 aumento, 3 meias, 1 aumento (repetir até o final da carreira)

Carr. 7: 4 meias, 1 aumento, 4 meias, 1 aumento (repetir até o final da carreira)

Continue a sequência de aumentos em cada carreira do lado direito:  na próxima 5 meias, 1 aumento etc até atingir o comprimento desejado.

A minha foi até doze e depois tricotei 1 meia torcido, dois pontos juntos em tricô para formar a barra 1/1.  Atenção: como estamos tricotando em agulhas retas, com frente e verso, para manter o desenho do meia torcido no direito é  necessário tricotar o ponto tricô da carreira do avesso pegando pelo laço de trás (purl back loop). Veja o vídeo abaixo para o meia e o tricô torcido.

Então tricote em ponto de barra até atingir o tamanho desejado. A minha tem sete carreiras, e lembre-se que para arrematar mantendo a elasticidade, o ideal é usar uma agulha 1 mm maior. Depois é só costurar começando pela barra, com cuidado para que a junção fique invisível.

Uma outra opção é fazer na agulha de pontas duplas, aí trabalhamos só pelo direito e na barra apenas 1 meia torcido e 1 tricô.

Irene, quando fizer a sua envie-nos um foto pra vermos como ficou.

Bom  tricô!

Boina em lã corriedale Fiolã

Vídeos:

Aumento (Make 1  M1)

http://www.youtube.com/watch?v=IlPQBhZ31B4

Tricô pelo laço de trás [purl back loop (pbl ) ou purl through the back loop (ptbl] para formar o meia torcido no direito

http://www.youtube.com/watch?v=VPh84pLRmcw

Meia torcido [knit throug the back loop (ktbl]

http://www.youtube.com/watch?v=D1KiHViK160

Panos e Cia e Tricô Sem Costura: curso de tricô em Marília/SP

Estou ensinando tricô no armarinho Panos e Cia. Na quinta-feira, aulas gerais para iniciantes e projetos diversos, de tricô, croche e tunisiano. Nas manhãs de sábado as aulas, sob a forma de mini-cursos, são dedicadas aos cursos especiais para aprendizado e aperfeiçoamento das diversas técnicas do tricô.

O primeiro é o curso de Meias em Agulhas de Pontas Duplas que começa no dia 06 de agosto. O curso terá a duração de nove horas, 03 sábados de o3 horas de aula cada um. Para inscrever-se no curso de sábado é preciso ligar e agendar, pois as vagas são limitadas, na inscrição os alunos receberão dois jogos de agulhas de pontas duplas. O objetivo é garantir atenção e tranquilidade para que se possa aprender. Aulas superlotadas não colaboram quando se exige um pouco mais de atenção, como é o caso das meias.

Outros estão previstos como workshop para golas em agulha circular, poncho, coletes sem costura, xales. E cursos como Modelagem em tricô, Técnicas de tricô circular, tricô colorido entre outros.

As leitoras e tricoteiras de Marília agora tem um ponto de encontro para fazer  e aprender tricô sem costura. A simpatia e alegria de Regina e Divaldo certamente vai encantar as tricoteiras.

Abraços,

PANOS E CIA

Avenida República 1782

Tel.: 14-34135156

Regina e Divaldo, da Panos e Cia.

[Galeria dos Leitores] Xale coração

Hoje recebi um email de Camila, uma leitora do blog. Ela enviou a foto do xale em forma de coração feito por sua mãe com a tradução da receita 5 modelos básicos de xale de Derya Davenport. Vai para a Galeria dos Leitores.

Parabéns, ficou  lindo.

 Fio D’Primera (cerca de 80 gramas), agulha 5 mm , e para o babado fio Geniale em crochê, cerca de 20g.

“Estou te enviando o xale que minha mãe, Denise Costa fez a partir das instruções traduzidas dos xales.
Segundo ela foi super fácil e o resultado final realmente surpreende.
Obrigada!”

[Tradução] 5 Modelos Básicos de Xale por Derya Davenport

Está aberta a temporada de xales. Uma paixão! Para acabar com a monomania dos cachecóis. Quando perguntamos se alguém faz tricô, algumas respondem: só cachecol…Mon Dieu! Quem faz cachecol pode fazer muitas coisas, como os xales e os mini-xales (shawlettes ou shoulderettes) mais rápidos até que um cachecol, e podem ser tricotados  usando apenas cordões de tricô e  laçadas.

Uma agulha circular de 80cm, um novelo de linha ou lã fina, uma xícara de chá e a receitinha. Ingredientes básicos para uma tarde consigo mesma ou um café animado com as tricoteiras. A escolher!

Derya Davenport do site Laylock  elaborou uma página com orientações claras e precisas para tricotar cinco formas básicas de xales: quadrado, circular, triangular, semi-circular e em formato de coração.  No site há várias dicas e receitas com as criações da designer. Ela ficou muito entusiasmada com essa versão em português. Eu fiz a tradução e ela formatou no design original da receita. Confiram!

Estou tricotado o modelo em forma de coração seguindo a receita.

Hi Derya! Be sure that your pattern will give a precious contribution to Brazilian  knitting culture .

Thanks! Good Knitting.

Bom tricô!!

 Clic aqui para baixar o arquivo: shawlshapes-portuguese_correto

Criação da designer Derya Davenport

http://laylock.org/blog
http://twitter.com/laylock
http://laylock.tumblr.com
http://flickr.com/photos/lyre
http://ravelry.com/people/laylock

O blog “100 Idéias na Cabeça” completa cinco anos: Parabéns!!!

Este post é para saudar o trabalho de Ana Luisa F Szilagyi do blog 100 idéias na cabeça. Eu aprendi muito consultando o blog e uma das receitas mais divertidas para mim, que tricotei várias vezes, é o cachecol com bolso.

Quanto trabalho e criatividade. E claro, generosidade em partilhar. Um acervo muito rico de receitas, dicas e idéias para quem está começando a tricotar e para inspirar a todos.

O blog completou cinco anos no dia 03 de maio e para comemorar está fazendo uma  promoção !

Parabéns!