[Receita Prática] Colete Corriedale em top down – Parte 01

Um colete simples e bem rapinho, para abrir os trabalhos de inverno.

Foi assim que tricotei esse colete top down acinturado. Aqui segue a primeira parte, depois publicaremos as orientações para o ajuste do busto, centralização da modelagem para a cintura e barras de acabamento.

A beleza da peça vem do fio artesanal;  os furinhos no eixo do raglan dão leveza a peça.

Materiais:

agulhas circulares de 7mm  e 6mm

340 gramas de lã corriedale Fiolã,  na cor marrrom natural, fio espessura média Coleção Brinco de Princesa

Marcadores coloridos

Noções Básicas:

Meia frente e costas (kfb)

Aumento tipo cast on ou aumento tricotado

Medidas:

O tamanho do busto foi calculado para 102 cm

Medidas da peça finalizada: 50 cm comprimento total – 20 cm para a cava (medida plana), 30 restante. Medida tomada a partir do alto do ombro. Medida total da peça aberta: 86 cm.

Amostra: 10 cm= 13 pontos

Cava: 23 cm ( medido sobre a linha do raglan)

Montagem inicial, antes de começar com as laçadas para o aumento do raglan:

1 meia (frente esquerda), 1 meia (eixo do raglan), 8 (mangas 01), 1 (eixo do raglan), 20 (costas), 1 (eixo do raglan), 8 (manga 02), 1 (eixo do raglan), 1 meia (frente direita) =42 pontos

Tricote uma carreira em ponto tricô, colocando os marcadores como segue: 1 t, marcador, 1 t, marcador, 8 t , marcador, 1 t, marcador, 20 t, marcador, 1 t, marcador, 8 t, marcador, 1 t. (total na agulha=42 pontos)

Atenção: essa carreira de montagem define a estrutura do trabalho.  Depois de montar, é feito um carreira em tricô e na seguinte inicia-se o direito do trabalho. Por que? Porque a montagem cria meia no direito e tricô no avesso, portanto a o que parece ser a primeira carreira, observando-se o desenho, já seria a segunda, portanto, o avesso. Quando na receita esta escrito marcador é apenas para passar o marcador de uma agulha para outra.

A partir daí, basta seguir o eixo do raglan tricotando meia no direito e tricô no avesso, até atingir a altura desejada da cava, como segue:

Direito: 1 meia, laçada, marcador,1 meia,marcador, laçada, (manga) meia até o próximo marcador , laçada, marcador, 1 meia, marcador,laçada, (costas) meia até o próximo marcador, laçada, marcador, 1 meia, marcador, laçada, (manga) meia até o marcador, laçada, marcador, 1 meia, marcador, laçada, 1 meia.

Avesso: em t ricô

Repetir por seis carreiras.

Inicie o trabalho do decote. Segundo as carreiras acima, apenas faça um aumento (kfb, meia frete e costas) no meia do início e final da carreira por quatro carreiras de direito. Para finalizar o decote, aumente seis pontos no início das duas próximas carreiras.

Então continue seguindo os aumentos  até atingir 23 cm de altura da cava, medida sobre a linha do raglan.

Bom final de semana a todos,

Fácil de Fazer: revistas da Editora Alto Astral com receitas Tricô Sem Costura

Já estão nas bancas  as revistas  da Editora Alto Astral  com receitas do Tricô Sem Costura Atelier: Fácil de Fazer  Cachecóis e  Fácil de Fazer Tricô. Em cada uma das publicações há cerca de 13 receitas do Tricô Sem Costura Atelier~juntamente com trabalho de outras  artesãs.

Colaboraram com o trabalho de execução das peças as amigas e exímias tricoteiras marilienses: Áurea Balieiro Gomes, Elizabeth da Silva, Luzinete Alaíde da Silva Oliveira e Márcia Kogawa.

Agradeço ao convite da Cristiane Goto e atenção e simpatia de toda equipe da Editora, em especial a Gustavo Cândido, Tais Castilho, Silvia H. Vieira , Mirian Izabel Sasaki e à editora de Linhas Raquel Luciano.

Bom tricô!!!

 

Descobrindo o mundo da tecelagem

Na  sexta feira dia 09/12  recebi meu tear de pente liço da Arte Viva Teares. Vou usar a apostila  Tecelagem Manual: tear de pente liço Nível 01 do Eng. Áquila Klippel, muito didática, explicações e ilustrações super eficientes.

Montei e já terminei meu primeiro projeto, um pequeno tapete em algodão com o fio Nativa 7 em ponto tela, ponto básico da tecelagem. Estou encantada com a tecelagem a tranquilidade e a beleza da trama tem efeitos muito agradáveis, e o ato de tecer é como um mergulho para fora do tempo.

Quando estive na Fiolã fiz um treinamento intensivo com Ellen e agora vou pouco a pouco me alfabetizando e ganhando intimidade com os novos termos: cala, pente,  navete, urdidura, duíte, batedor etc. Cada tipo artesanato tem uma linguagem, um ritmo  e uma tensão própria.

Esta semana montei uma manta. Seguindo a apostila, escolhi o listrado de urdidura regular, em que  se utiliza uma cor para a trama, escolhi o branco, e várias cores para a urdidura num sequência padrão, 12 fios de cada cor que correspondem a 6cm, já que estou usando o pente 2×1.

Depois da manta, pretendo fazer  pequenos projetos seguindo os procedimentos de estampas da apostila, o próximo será o xadrez regular.

E o tricô?! Aguarda. Afinal um dia tem apenas 24 horas, rsrsr

Abaixo algumas fotos da aventura, mais nos meu álbum Ensaios de Tecelagem no Facebook.

Abraços

Mini Meias para árvore de Natal

Essas são as mini meias para árvore de Natal com detalhe em fair isle que Elaine Morelato Vilela Fraga, mãe de aluno da escola Waldorf Cora Coralina fez com a receita publicada aqui no blog. As meias foram doadas para o Bazar da escola e já foram vendidas. Também, vejam que graciosas.

Parabéns, Elaine,

Abraços,

O Bazar de Natal continua até o final da semana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[Tradução] A beleza da simplicidade no tricô de Tanya Beliak

Esta receita é uma supresa, tão delicada e simples: o Cachecol/Gola  Simplicidade Eternidade. Criada pela tricoteira canadense Tanya Belyak , a receita está disponível gratuitamente em seu blog Crocheterie e no Ravelry.

Uma opção para quem quer treinar técnicas de acabamento é colocar os pontos com o método provisório e finalizar com um grafting. Atenção: o caimento da peça vem da leveza da alpaca. Um outro fio não terá o mesmo efeito visual.

Tanya, thanks. Your pattern it’s so beautiful.

Bom tricô!

Happy Knitting!

Simplicity Eternity Scarf/Cowl

Fio: Berroco Ultra Alpaca
Amostra: 8 pontos 10 carr =5 x 5 cm
Agulhas 4mm

Monte 30  pontos

Lado direito: tricote todos os pontos em meia.
Lado avesso: 15 meias, 15 tricôs

Repita essas duas carreiras até o fim no novelo ou até alcançar o comprimento desejado do cacheco/gola. A peça mostrada na foto  tem 105 cm (42′), o suficiente para dar duas voltas no pescolo, e não muito comprido para ser usado como um cachecol.
Arremate.

Costure as pontas com uma agulha de tapeçaria ou uma agulha de crochê.

Fotos do blog Crocheterie

cedidas pela autora da receita para ilustrar a tradução.

[Galeria dos Leitores] Boina em Lã

O dia começou bem! Ao abrir os emails deparei-me com a mensagem de Irene , uma leitora do blog que tricotou minha  receita de boina. E enviou as fotos para a Galeria dos Leitores. Ficou perfeita,

Irene Carvalho mora na cidade de Paranavaí, noroeste do Paraná.

Esta portuguesa simpática já está no Brasil há quarenta anos, sempre no estado do Paraná.

O gorro foi feito com agulha 5mm e lã Cetim da Cisne.

Parabéns Irene!

Clique no link abaixo para acessar a receita

http://tricosemcostura.com/2011/09/13/receita-pratica-boina-em-la-corriedale/

Olá! Bom dia!
Agradecendo de novo sua gentileza em enviar a receita do gorro, estou enviando foto do que eu fiz.
Ficou diferente do seu .Como uso o método portuuês de tricotar, tenho dificuldade em fazer o meia torcido.
Assim mesmo gostei muito.
Deus lhe pague.
Abraço carinhoso.

Tricô Sem Costura comemora 1 Ano! Para as leitoras, um xale de Lankakomero

Hoje, 21 de setembro o blog Tricô Sem Costura completa 1 ano com 292170 page views. E para comemorar publicamos mais uma tradução da designer finlandesa Lankakomero: : o Sirppi Shawlete, um mini xale.
Agradeço  as leitoras, as parcerias e a todos os amigos que encontramos nesse percurso. 

Um grande abraço e obrigada a todos,

Bom tricô!

Mini xale Sirppi : clique aqui para obter a receita

Criação e execução da peça acima: LANKAKOMERO

Página no Ravelry: http://www.ravelry.com/patterns/library/sirppi-shawlette