Tricotando o Xale folhas crescentes

Ontem a noite comecei a tricotar o Growing Leaves de Lankakomero. Eis o resultado do Gráfico 1 e duas carreiras do segundo.

O fio é o Chemyl 4 da H.Marin e agulha 4,5mm. Estes novelos estavam guardadinhos desde o ano passado quanto aproveitei a promoção do Dia do Artesão.

Estou tricotando junto com a Sandrinha, do blog  Florarte, para trocar idéias e interpretar a receita.Quem quiser participar, pegue suas agulhas e junte-se a nós!

Bom tricô!

 

Xale Folhas Crescentes (Growing Leaves) de Lankakomero

Receita em português

Anúncios

Tapete meia lua de algodão reciclado em tricô

Este é o meu primeiro tapete em tricô, o Rag Doily Rug, criação de Julie Weisenberg do Coco Knits (www.cocoknits.com) e está disponível no site ou no Ravelry como receita grátis. É perfeita, com instruções claras e precisas.

Rapidinho, legal pra um presente. Pode ser feito em meia lua, na verdade ao invés de seis eu fiz sete repetições, se fizermos 12 repetições então teremos um tapete redondo.

Eu acrescentei uma acabamento em crochê com o ponto caranguejo, para não ficar com aquela aparência de que falta algo, acho que deu certo. O fio foi usado duplo, para dar mais volume ao fio de algodão.

Tenho mais um novelo cru e outro verde, vou tentar o tapete com trança, outra receita do Coco Knits.

Bom tricô!!!

 

Fio Nativa 7  da H. Marin 02 novelos na cor cru 405

Agulhas retas 8mm e  fio duplo

Receita Grátis em Coco KNits: Rag Doily Rug

Casaco e sapatinhos de bebê de Elizabeth Zimmerman: Baby Surprise Jacket (BSJ) e Bootees

Essas foram as duas primeiras receitas de Elizabeth Zimmermann que tricotei: o Baby Surprise  Jacket (BSJ) e os Bootees, dos livros Knitting Workshop e The Opinionated Knitter.

O BSJ tem uma lógica própria de construção, o que o faz parecer difícil aos olhos de quem ainda não mergulhou no universo Zimmermann. Mas é uma peça que usa apenas cordões de tricô, aumento (Make1, M1) e mate duplo. Os sapatinhos tem o mesmo desenho do BSJ com cordão de amarrar em I-cord.

O que torna essa peça de EZ tão singular é que pode ser tricotada com listras, usando sobras de fios e diferentes acabamentos para os botões, o que permite que cada pessoa crie sua própria versão colorida. Na verdade, é quase sem costura, pois apenas as mangas são costuradas, mas fica do lado externo e o corpo do bebê não tem contato com nós ou saliências desconfortáveis.

O casaquinho e sapatinho da foto foram feitos com um único novelo de 100 de fio para bebê,  e ainda sobra fio suficiente para um gorro recém-nascido, claro feito com agulhas de pontas duplas para o conforto dos pequeninos.

Bom tricô!

 

01 novelo do fio Bambino da Pingouin para o casaco e sapatinhos

Agulhas circulares 3,5 mm