[Moda Inverno 2012] Cores, pontos e inspiração para o inverno 2012

As peças em tricô de famosas marcas de moda abrem inspiração para o inverno 2012. Com o friozinho no  hemistério norte vem as tendências de moda lã, pra gente ver e criar: cores modelos e idéias, algumas bem antigas com novos arranjos. No tricô quanto mais antigo, mais bonito.

As peças das coleções da moda internacional exploram as texturas do maxi tricô e do lace, numa composição cromática fascinante. E ao alcance de todos. Os pontos são simples e podem ser executados mesmo por uma tricoteira iniciante.

Olhando com detalhe, podemos ver até erros de acabamento, como na peça desse link, onde o ponto da manga foi levantado fora do lugar criando um buraco no ombro (http://4.bp.blogspot.com/-64eU281zsO0/Teo6Au_DFFI/AAAAAAAB9-8/i-AHqfwr8GU/s640/49.jpg )

As peças sugerem várias idéias para o nosso inverno, cores, pontos e modelos e em especial, os fios. Esse é um detalhe fundamental, pois uma peça em merino e cashmere não pode ser tricotada num fio acrílico. Poder, pode, até em barbante, mas jamais terá o mesmo caimento e leveza. As peças têm um relação intrínseca com a caraterística dos fios.

Para quem tricota dá uma boa idéia de quanto cobrar pela sua produção e valorizar o trabalho manual. Aliás, tenho cada dia ficado mais reticente em usar “manual” pois o tricô exige um trabalho de criação, desenho e geometria, cálculo de modelagem, estudo de cores , que envolve criatividade e trabalho abstrato. Depois deve ser executado pelas mãos. Mesmo quando reproduzimos uma receita, o ajuste das medidas etc envolvem um exercício intelectual. Um encontro entre o pensar e o fazer.

Enfim, digressões a parte,  fiquei encantada com esses modelos,

Reed Krakof

Sweater azul cobalto com gola alta com fio 70%merino, 20% camelhair e 10% cashmere. Preço: 1,390 doláres Cardigan vellum (tom de cinza)  70%merino, 20% camelhair e 10% cashmere. Preço 1590,00 dólares http://www.reedkrakoff.com/online/handbags/Home-16001-16500#/shop-rk-online/rtw/looks-2011-fall

O ponto utilizado na coleção de Krakof é o honeycomb ou ponto de alvéolos cuja explicação pode ser vista na página 42 da revista 1300 pontos de tricô (na coluna esquerda em Fontes de Consulta) ou no vídeo abaixo.

Burberry

Cardigan em 100% lã, ton de grafite claro com ponto waffle. Preço: 2195,00 dólares http://us.burberry.com/store/womenswear/sweaters/brit/prod-37825601-waffle-knit-wool-cardigan/?WT.ac=LP_WW_B24_OCT_PROD_37825601

Missoni

Maxi tricô com amarelo e cru, lace e tranças. O ponto em lace  usado na blusa abaixo aparece em vários tons nas peças de Angela Missoni

Veja outras peças em tricô da Missoni

http://1.bp.blogspot.com/-Xo7rpcj8aX4/Teo3MhxlRgI/AAAAAAAB96Y/fA7zB0mYQ4Y/s400/20.jpg

http://4.bp.blogspot.com/-64eU281zsO0/Teo6Au_DFFI/AAAAAAAB9-8/i-AHqfwr8GU/s640/49.jpg

http://1.bp.blogspot.com/-hsg_KoZPbfQ/Teo5-Ex6YrI/AAAAAAAB9-0/0lh70iRhM1s/s1600/48.1.jpg

Tendência de cores

http://www.millionlooks.com/trends/outfits-trends/color-trends-for-fall-winter-2011-2012/

Vídeo

Ponto Alvéolo (honeycomb)

Anúncios

Tricô de Verão!

Muita gente diz que o tricô é difícil, que tem muitas variações de pontos e acabamentos, sem falar no cálculo das amostras e modelagem. Mas quando o tempo muda e as temperaturas aumentam as tricoteiras migram, como as andorinhas, para outras paragens e abandonam lãs e coisas “quentes”. Algumas tricoteiras vão dedicar-se ao crochê ou bordado e outros simplesmente abandonam para voltar aos cachecóis apenas no próximo inverno. Eis uma das razões pelas quais aqui no Brasil o tricô caminha a passos tão lentos.

O tricô não é feito apenas em lã. Há uma imensa gama de opções em fios e mesmo a lã, se não usamos o estilo português do fio no pescoço, que podem ser utilizados sem problema.  Claro que, como sabemos, normalmente praticamos mais de uma técnica. Mas a questão é: como dominar técnicas e aprender estratégias mais elaboradas se não há continuidade? No tricô, como na música, na escrita ou no esporte, as habilidades só são desenvolvidas com a prática, com exercícios que devem ter regularidade senão tudo o que aprendemos vai se perdendo.

Várias pessoas me dizem, só sei fazer ponto tricô, ponto meia e cachecol. Bem, quem faz isso pode fazer qualquer outra coisa pois são os conhecimentos básicos.

Estou pesquisando algumas receitas para o grupo de artesanato e encontrei algumas receitas grátis para o verão que certamente ficarão lindas nos fios de algodão disponíveis no mercado nacional. Receitas que usam agulhas circulares, para uma peça com caimento gracioso. Podemos fazer muito mais, como os xales em linha.

Quem quiser a receita, é só clicar nos links,  ir para a página original e fazer o download.

Bem, bom verão e bom tricô!

No site de Kristen TenDyke entre outras receitas grátis achei essa um encanto. Para acessar a página da receita clique em: http://www.kristentendyke.com/pdf/BrokenRibTank.pdf

Outra que adorei é essa peça, Coachella de Fathom Harvill disponível no site Knitty nos tamanhos P. M. G., 1X, 2X. http://www.knitty.com/ISSUEsummer07/PATTcoachella.html

  

Bolero em lã tons de carqueja

Como disse, amei o One Skein Wonder Shrug de Stefanie Japel. Fiz outro. Essa receita em lã fica, como a receita já recomenda, muito mais confortável.

Aproveitei um um novelo solitário, mais umas sobrinhas do verde escuro.  Uma idéia seria um multicolorido com as barrinhas num tom único. Uma receita curinga.

Bom domingo!

 

Novelo Social Shopping

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Blog na Revista da Aslan

A Revista eletrônica da Aslan, Vivendo Moda, publicou uma matéria sobre o meu trabalho de tricô e sobre o blog na coluna Blog da Vez, páginas 11 a14.

Agradeço a Marina Pontieri, da Aslan  e Debora Ribeiro, jornalista da Revista Vivendo Moda.
Abraços,

http://www.vivendomoda.com.br/revistas/edicao_03/index.html#/10

 

Tricotando com Stefanie Japel

Recebi alguns emails perguntando sobre o workshop. Segue abaixo o link para o Craftsy, que vai direcionar para  a página do workshop. Então a pessoa se cadastra com o email clicando em Request a Free Invite e aguarda para receber um convite. Se receber, poderá ter acesso ao passo a passo com imagens e instruções. Mesmo quem não tenha muita familiaridade com o inglês, creio que poderá seguir as instruções com ajuda de um tradutor online. Enfim, as imagens são bem expressivas.

De qualquer forma a receita pode ser adquirida no site da designer: http://www.stefaniejapel.com/shop/patterns/oneSkeinWonder.html

Estou tricotando outro em lã carqueja. Abaixo, Stefanie Japel com o bolero que ilustra a receita.

http://www.craftsy.com/workshop/One-Skein-Knit-Shrug/1?invite=true

Workshop no Craftsy: bolero top-down

Ontem terminei  o trabalho do workshop da designer Stefanie Japel no Craftsy o bolero One Skein Wonder Shrug, feito com a técnica top-down. A receita sugere um novelo de Cascade, eu usei dois novelos do Plymouth Royal Lhama Silk  Splash que comprei no Webs na liquidação do ano passado, fio de lhama com seda. Uma maciez!

O Craftsy é um site fascinante: é só criar seu usuário e aproveitar a cornucópia: receitas grátis, cursos online de tricô, crochê, pacthwork, jardinagem, costura etc. Eu já havia comprado a receita no Ravelry, mas cliquei participar do workshop grátis. Recebi o email de confirmação, segui o passo a passo, e voilá! Eis o meu bolero sem costura prontinho. Rápido e muito tranquilo.

A receita pode ser comprada no site da designer: http://stefaniejapel.com/shop/patterns/oneSkeinWonder.html

Vou tentar outro com lã, vamos ver!

Bom tricô!

  

Tricô de Primavera: torção e cores dos fios artesanais da Fiolã!

Eu fiquei encantada com as fotos que Ellen da Fiolã produziu aqui para o blog. Pedi pra me enviar uma imagem com os fios corriedale e merino de diferentes espessuras e com cores alegres para a coluna lateral do blog. E o que recebi? Vejam que lindo.

Um detalhe que aprendi com minha aula de fiação quando visitei a Fiolã foi observar a torção do fio. Os tops de lã podem ter vários graus de torção, alguns fios artesanais praticamente tem muito pouca. O que acontece, o fio começa a soltar fibras que vão se enrolando com a fricção dando a peça uma aparência nada simpática. Então o que achei legal no trabalho de Ellen e Fábio é exatamente esse esforço em conferir ao fio um grau de torção, o que significa muito trabalho manual, para que seus fios artesanais tenham uma qualidade que atenda o público alvo. As tricoterias e pessoas que querem um produto artesanal de qualidade, tanto na cores quanto no processo de produção e no resultado das peças.

E nessas fotos é possível observar a textura do fio. Então merece um post exclusivo pelas cores, pelos fios e pela beleza das fotos.

Bom tricô!