Gola moebius em linha com apenas um novelo

As golas tricotadas em linha de algodão ou viscose são rápidas para fazer e podem ser usadas na meia estação e no inverno; um presente adorável. E podem ser feitas com apenas um novelo ou cerca de 100 gramas de fio.

Essa foi tricotada  com um novelo do fio Class da Aslan, agulhas circulares de 4.5 mm de 80 cm com 100 pontos. Ficou no tamanho perfeito para cobrir um decote V e inclusive pode cobrir a cabeça e transformar-se numa gola/gorro. Com três carreiras de meia 3 carreiras de tricô, na técnica möebius, básico e eficiente.

Velhos posts aqui no blog já explicaram a técnica moebius, para quem está iniciando, clique aqui: videos ou historinhas.

Pretendo tricotar várias para presentear, mas esse aí da foto, é meu! srsrs

Bom tricô!

Anúncios

Workshop Gola Moebius no Marina Pimentel Atelier

Uma das técnicas mais fascinantes do tricô circular é sem dúvida o moebius. August Ferdinand Moebius (1790 – 1868), matemático, físico e astrônomo criou a fita de moebius, um tipo de objeto que representa uma superfície contínua, onde não existe lado interno e externo, uma representação do infinito. No tricô, a fita de moebius permite criar peças sem costura, que criam uma sensação de profundidade e leveza, como um objeto contínuo.

Quer aprender a gola möebius? Venha participa do nosso workshop no Marina Pimentell Atelier !

 Material: agulha circular 4.5mm com cabo de 80cm e fio de linha de algodão (Camila ou Anne) ou fio de lã fina.

Dia 23/02, quinta feira, das 9:00 às 11:00.

Inscrições e mais informações

Marina Pimentel Atelier

AvNelsonSpielmann, 128 – Marilia/SP loja 1 e loja 5 –

fone: (14) 3221-5758

[Galeria dos Leitores] Conhecendo o tricô de Izair Oliveira

Hoje recebi um email de Izair Oliveira, uma leitora do blog que se transformou numa amiga. Conservamos bastante por telefone, trocamos receitas e dicas. Eu aqui em Marília, Izair em Bom Sucesso interior de Minas Gerais.

Foi uma grande surpresa quando abri o email e encontrei as fotos dos trabalhos que produziu com as receitas publicadas aqui no blog. E com os botões da 8season e fios produzidos por Sandra Rosendo da 100purewool.

Vejam que trabalhos lindos,

Izair, parabéns e grande abraço,

Gola de folhas  Leaves on the edge¨cowl de Rose Anne

https://tricosemcostura.com/2011/05/25/traducao-gola-com-folhas-leaving-on-the-edge-cowl-de-rose-anne/

Cachecol Baby Dragon design de Lankakomero

https://tricosemcostura.com/2010/11/25/cachecol-baby-dragon/

[Receita Prática] Gola em lã merino

Essa gola ficou muito confortável e prática tanto no uso  quanto na confecção. Pode servir como gola, como uma gola pelerine e se puxada para cima, transforma-se numa gola capuz. Bem prático para usar, permitindo vários looks e de uma confecção simples. A maciez da lã merino Fiolã permite o uso da peça em contato direto com a pele.

Em cordões de tricô (feitos sempre em meia no direito e no avesso, seguindo as orientações de Elizabeth Zimmermann) Foi tricotada em agulhas retas de 12mm, com  quatro novelos de lã merino com tingimento natural de noz pecã e cascas de cebola. Mas pode ser feita com um fio de cada cor, e, nesse caso, é preciso fazer uma amostra para calcular com mais precisão a quantidade de pontos.

Receita

04 novelos de lã merino Fiolã ( 02 na cor casca de cebola e 02 na cor noz pecã)

Use fio duplo, um de cada cor e agulhas retas 12m.

Coloque 60 pontos usando o método provisório e tricote em cordões de tricô por 70 cm. O comprimento da peça pode variar, mas deve ser um pouco menor do que a circunferência do busto com braços, pois o modelo é para ser usado como uma pelerine. Os cordões de tricô resultam numa malha elástica que se adaptará facilmente a osdiferentes tamanhos, aliado, é claro, à elasticidade  da lã natural.

Quando a peça atingir o comprimento desejado, unir os dois lados utilizando a técnica do grafting para cordão de tricô. Dessa forma a junção ficará imperceptível, definindo a leveza da peça.

Assim, muito simples, uma peça multiuso, quente e confortável em maxi tricô.  Para quem gosta de pontos maiores, é só colocar três fios e ampliar a agulha. Os vídeos abaixo podem ajudar nos detalhes de acabamento da peça, como a montagem provisória e o grafting. Outro detalhe importante é trabalhar em ponto meia no direito e no avesso e sempre tirar o primeiro ponto sem fazer em tricô, no início de cada carreira.

Bom tricô! Montagem provisória (provisional cast on) http://www.youtube.com/watch?v=FE6fNwFjBVI Grafting em cordão de tricô (Grafting Garter Stitch (Kitchener) http://www.youtube.com/watch?v=BAEIogIli6o

Fiolã e Tricô Sem Costura no 8º Ideal Moda Fashion

A experiência de participar do  8º Ideal Moda Fashion foi surpreendente. Serão necessários muitos posts para partilhar com as leitoras do blog tudo o que pude registrar, centenas de fotos e a experiência única de conhecer bem de pertinho o trabalho de produção familiar de fios de lã artesanal realizado pela Fiolã em Taquara/RS.  E claro a convivência com Ellen, Fábio, Hella e Matheus, que não terei palavras pra descrever aqui. Aprendi muito, sobre fios, sobre ovelhas e sobre pessoas que tem capacidade inusitada de imaginar, produzir, trabalhar e sorrir.

Estas são as peças que cicularam na passarela da Expointer. Uma gola m cordões de tricô com fio duplo na agulha 12, nas cores noz peçã e casca de cebola do fio merino  e  um poncho top-down com gola rolê tricotado na agulha circular 8mm com a lã corriedale  na cores caramelo e ferrugem.

Além da gola e do poncho, também tricotamos um  colete e o pullover em tons naturais do fio corriedale, ambos com a tecnica top down. O colete na cor azul jeans tricotado na agulha 9mm e o pullover na agulha 7, nas cores noz peçã, cochonilha e acácia negra, todos tingimentos naturais da Fiolã.

Pouco a pouco vou escrevendo e publicarei todas as receitas aqui.

Bom tricô!!

Colete top-down, 2 novelos de lã corriedale Fiolã, na cor azul jeans

Gola (pelerine e capuz) em maxi tricô, 04 novelos de merino noz pecã e casca de cebola, fio duplo na agulha 12mm

Poncho, 4.5 novelos de lã corriedale Fiolã, agulha 8mm, nas cores ferrugem e caramelo

Pullôver top-down, 03 novelos de corriedale Fiolã na agulha 7mm, tingimento natural: acácia negra, noz pecã e cochonilha

Tricotando sem costuras…Treviso

Resolvi recuperar um fio maravilhoso, o Treviso da Pingouin, com o qual fiz três peças de tricô há laguns anos atrás. Um pullover vermelho em V, um cinza chumbo em manga raglã e  um rosa, aberto na frente. Como o fio é grosso, a blusa vermelho ficou com aquelas costuras horríveis na cava.

Não sei porque tiraram o fio de linha há muito tempo. Uma pena, tão bom para tricotar e um delícia de usar.

Desmanchei e fiz um colete sem costura, com os ombros em grafting e uma gola de folhas para usar com ele ou com outra peça, pois é solta. A receita da gola de folhas está no Ravelry, é o Vite Cowl de Kristi Johnson. E o colete, um improviso, tricotado com agulhas  7mm.

Vejam a reciclagem, o conforto, total.

Bjs

Mais uma gola com folhas

Esta gola é uma versão da gola de folhas que foi tricotada por Laila Gentil, aluna do grupo de tricô da Unidade de Saúde da Família.

Como foi usado um fio mais fino, o Premium da Cisne, colocamos 25 pontos onde a receita pede 12 e tricotamos na agulha 6mm. A folha foi repetida 8 vezes para alcançar o diâmetro adequado para uma gola.

A receita é mesmo muito eficaz.

Bom tricô!!

Fio Premium da Cisne,  pouco mais de 1/2 novelo, agulhas 6mm

Receita  Leaves on The Edge Cowl de Rose Anne

https://tricosemcostura.com/2011/05/25/traducao-gola-com-folhas-leaving-on-the-edge-cowl-de-rose-anne/