Meias

Depois de longo tempo sem postagens, volto ao blog comemorando a contagem de mais de 2 milhões de page views. Tantas visitas aqui nos faz pensar que é bom continuar…

Essas meias são super rápida, modelo básico que adiciona cordões de tricô na parte superior, criando um efeito muito bonito e confortável. Fiz para minha sobrinha de 3 aninhos com o fio Kashmir da Pingouin, agulhas de pontas duplas 3 mm e 3,75 mm, que alcançam a quantidade de pontos indicada na Amostra  da receita.

Com a medida do peito do pé, 16 cm,   dividi por  2,54 (1 polegada) e identifiquei na receita qual seria o tamanho,  6 com 32 pontos, e daí em diante segui os passos do tutorial.

A receita vale a pena porque indica a quantidade de pontos para diversos tamanhos, infantil e adulto, que podemos utilizar para criar novos desenhos, enfim soltar a imaginação. Com o friozinho que chegou…. são ótimas para um presente surpresa.

Bom tricô!!!!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Receita: Rye Sock Pattern by Tin Can Knits

Onde encontrar: download grátis no Ravelry:

http://www.ravelry.com/patterns/library/rye-4

Blog Tin Can Knits, tutorial no post:

“Let’s Knit Socks”

Let’s Knit Socks

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Anúncios

[Técnicas de tricô] Montagem circular em agulhas de pontas duplas: tricotando quadradinhos

 

Quadradinhos com técnica de montagem circular de Emily Ocker

Muitas sobras de linha de algodão, fios sem uso e sem destino…

Então resolvi fazer uma almofada com quadradinhos e aproveitar para treinar a técnica de montagem circular de Emily Ocker. Encontrei a referência à esse método de montagem circular no livro First Book of Modern Lace Knitting de Marianne Kinzel . Usando uma agulha de crochê iniciamos o trabalho com pouquíssimos pontos, o que seria impossível numa circular ou exigiria mil peripécias com a técnica do laço mágico. Simples, direto e prático.

Para tricotar esse quadrado montamos, com as agulhas 2.75 mm e fio Anne, dois pontos em cada agulha, conforme video abaixo(08). Tricotamos uma carreira aumentando um ponto  entre cada dupla de pontos (12 pontos). A terceira carreira toda em ponto meia, e, como de regra no tricô circular, quando colocamos aumento numa carreira, tricotamos a outra toda meia (não se faz aumento sobre aumento, o equivalente à uma carreira de avesso). E na carreira seguinte fazemos uma laçada de cada lado dos dois pontos que formarão o desenho, tricotando, a partir daí, uma carreira com aumento, outra apenas de ponto meia, até atingir a altura desejada (18 carreiras) Podemos também, continuar até atingir o tamanho desejado, fazendo uma almofada inteira ao invés de vários quadradinhos, como um patchwork de tricô.

Receita básica, simples com efeito lindo. Agora, vamos tricotando, na medida do tempo disponível.

É bem legal tricotar os quadradinhos, rapidinho! Bom exercício para quem quer se aventurar nas agulhas de pontas duplas….e treinar tanto a montagem quanto habituar-se a tricotar com  as cinco agulhas.

Montagem circular de Emily Ocker

Gola moebius em linha com apenas um novelo

As golas tricotadas em linha de algodão ou viscose são rápidas para fazer e podem ser usadas na meia estação e no inverno; um presente adorável. E podem ser feitas com apenas um novelo ou cerca de 100 gramas de fio.

Essa foi tricotada  com um novelo do fio Class da Aslan, agulhas circulares de 4.5 mm de 80 cm com 100 pontos. Ficou no tamanho perfeito para cobrir um decote V e inclusive pode cobrir a cabeça e transformar-se numa gola/gorro. Com três carreiras de meia 3 carreiras de tricô, na técnica möebius, básico e eficiente.

Velhos posts aqui no blog já explicaram a técnica moebius, para quem está iniciando, clique aqui: videos ou historinhas.

Pretendo tricotar várias para presentear, mas esse aí da foto, é meu! srsrs

Bom tricô!

Duas peças de uma vez em quatro agulhas de pontas duplas! Dicas e fontes sobre o tricô duplo

O tricô duplo é uma técnica ou um modo de tricotar pelo qual produzimos duas peças ao mesmo tempo. As receitas são as mesmas e exigem o domínio no manuseio das agulhas de pontas duplas e experiência com a receita de meias.  A questão é  manter o fio da peça de fora e de dentro sempre separados, pois um erro aí vai juntar as peças e fazer perder todo o trabalho.

Uma aluna de tricô aqui de Marília, a Delma Italiano, encontrou uma referência na internet e me falou a respeito. Aí comecei minha pesquisa e exercícios.

Essa técnica é chamada de “Anna Makarovna’s Secret Stocking”. Anna Makarovna é uma personagem do romance Guerra e Paz, do escritor russo L. Tolstoi, escrito em 1860. Quando a personagen terminava uma meia (melhor, um par), reunia a família  para mostrar a todos, em especial às crianças, as suas meias secretas, tiradno uma de dentro da outra. Essa técnica provavelmente deveria ser popular na Rússia, mas ainda assim, foi patenteada por umas espertalhonas americanas em 1875. Sobre essa história vejam o artigo Anna Makarovna’s patented stockings.

Há uma receita impressa a venda na Schoolhouse Press, escrita por Beverly Joyce, cuja referência é  Schoolhouse Press #06,  Anna Makarovna’s Secret Stockings e que pode ser encontrada a partir do Ravelry.

Outra opção é o passo a passo disponível online, no site da Knitty. A receita chama-se Extreme knitting: 2 socks in 1 de Kory Stamper.

Há um curso online, o que foi descoberto pela Delma Italiano, o Magic socks – knit 2 socks in 1 cuja instrutora é Kate Atherley. Esse curso ensina a tricotar as meias, usando cores diferentes para cada uma, para evitar confusão e ensina o calcanhar com short rows (carreiras encurtadas).

Eu queria fazer com a mesma cor, para não ter que tricotar duas meias para ter dois pares. Então continuei procurando e encontrei  um passo a passo em vídeo disponível no You Tube, que descobri depois de muitas pesquisas, testando os termos de procura. O problema é que a autora se propôs a colocar cinco vídeos, mas colocou apenas 04, não concluindo a meia. No vídeo 04, turning the heel, há um erro ao iniciar a curva do calcanhar. Mas quem quiser fazer e chegar até lá certamente descobrirá como consertar o erro sem problema.

E são estes os vídeos “2 socks on dpns – one inside the other socks on dpns “que sugiro para quem quiser fazer as meias com o fio da mesma cor e tricotar o calcanhar francês, que eu adoro!

Estou estudando para desenvolver estratégias para usar essa técnica em outras receitas.

Bom tricô!!!

Vídeo  1 – montagem e barra

Vídeo 2 – pernas

Vídeo 3 – calcanhar francês

Vídeo 4 – dobra do calcanhar

[Receita Prática] Colete Corriedale em top down – Parte Final

A primeira parte da receita do Colete Corriedale  com fio Fiolã está nesse link: http://wp.me/p1593E-18w

Parte Final:

Separar as mangas do corpo:

Comece tricotando a frente, quanto chegar ao primeiro eixo do raglan coloque os pontos da manga num fio e aumente 6 pontos (cava) usando o metodo cast on (3 pontos, coloque marcador, 3 pontos), tricote os pontos das costas e separe a segunda manga, colocando os pontos num fio, aumente novamente mais seis pontos (cava) e tricote a parte da frente. O marcador no meio dos seis pontos aumentados marca a separação entre a frente e as costas, de cada lado.

Pronto, mangas e corpo estão separados.

Tricote por 18 carreiras. Então  inicie o ajuste para o acinturamento da peça.

Entenda: Para acinturar a peça devem ser feitos diminuições. Para centralizar a diminuição conte o número de pontos da frente, e das costas, sem considerar os seis pontos da cava . Portanto (pontos da frente= 6 da cava+ pontos das costas+ 6 cava+ pontos da frente). Divida o total de pontos da frente  e centralize dois pontos; nas costas, calcule a metade e depois centralize  dois pontos em cada metade . Porque? porque a diminuição será feita na frente e nas costas. Na cava deverá ser diminuído 1  ponto de cada lado, logo a cava perderá dois pontos.

Na carreira 19 inicie a  carreira pelo direito e faça a diminuições nos pontos marcados fazendo um ssk , tricote os dois pontos centrais, 2 pontos juntos em meia, tricote até dois pontos antes do marcador, faça 1 ssk, tricote 1 ponto meia, passe o marcador, 1 ponto meia, dois pontos juntos em meia, continue tricotanto até 2 pontos antes do marcador das costas, dois juntos, 2 meias, 1 ssk, tricote até  dois pontos antes do marcador, 1 ssk, dois pontos meia, 2 pontos juntos, tricote até a cava repetindo o que foi feito para a cava anterior e frente.

Na carreira 20, avesso, tudo em tricô.

Na carreira 21 repita apenas as diminuições da frente e costas ( na cava as diminuições são feitas apenas uma vez).

Tricote por mais 12 carreiras e aumento os pontos que foram diminuídos nas frente e nas costas, um vez. Então continue até atingir 30 ou 32 cm (ou até a altura desejada)

Faça  o acabamento em barra torcida 1/1 nas mangas e nas laterais das frentes. Por último, levante os pontos em volta do decote e tricote quatro carreiras em barra torcida 1/1.

Dica: levante os pontos para o acabamento com um agulha mais fina do que a usada para fazer a barra, isso deixará o acabamento mais perfeito.

Bom tricô!