Gola moebius em linha com apenas um novelo

As golas tricotadas em linha de algodão ou viscose são rápidas para fazer e podem ser usadas na meia estação e no inverno; um presente adorável. E podem ser feitas com apenas um novelo ou cerca de 100 gramas de fio.

Essa foi tricotada  com um novelo do fio Class da Aslan, agulhas circulares de 4.5 mm de 80 cm com 100 pontos. Ficou no tamanho perfeito para cobrir um decote V e inclusive pode cobrir a cabeça e transformar-se numa gola/gorro. Com três carreiras de meia 3 carreiras de tricô, na técnica möebius, básico e eficiente.

Velhos posts aqui no blog já explicaram a técnica moebius, para quem está iniciando, clique aqui: videos ou historinhas.

Pretendo tricotar várias para presentear, mas esse aí da foto, é meu! srsrs

Bom tricô!

Anúncios

[Receita Prática] Colete Corriedale em top down – Parte Final

A primeira parte da receita do Colete Corriedale  com fio Fiolã está nesse link: http://wp.me/p1593E-18w

Parte Final:

Separar as mangas do corpo:

Comece tricotando a frente, quanto chegar ao primeiro eixo do raglan coloque os pontos da manga num fio e aumente 6 pontos (cava) usando o metodo cast on (3 pontos, coloque marcador, 3 pontos), tricote os pontos das costas e separe a segunda manga, colocando os pontos num fio, aumente novamente mais seis pontos (cava) e tricote a parte da frente. O marcador no meio dos seis pontos aumentados marca a separação entre a frente e as costas, de cada lado.

Pronto, mangas e corpo estão separados.

Tricote por 18 carreiras. Então  inicie o ajuste para o acinturamento da peça.

Entenda: Para acinturar a peça devem ser feitos diminuições. Para centralizar a diminuição conte o número de pontos da frente, e das costas, sem considerar os seis pontos da cava . Portanto (pontos da frente= 6 da cava+ pontos das costas+ 6 cava+ pontos da frente). Divida o total de pontos da frente  e centralize dois pontos; nas costas, calcule a metade e depois centralize  dois pontos em cada metade . Porque? porque a diminuição será feita na frente e nas costas. Na cava deverá ser diminuído 1  ponto de cada lado, logo a cava perderá dois pontos.

Na carreira 19 inicie a  carreira pelo direito e faça a diminuições nos pontos marcados fazendo um ssk , tricote os dois pontos centrais, 2 pontos juntos em meia, tricote até dois pontos antes do marcador, faça 1 ssk, tricote 1 ponto meia, passe o marcador, 1 ponto meia, dois pontos juntos em meia, continue tricotanto até 2 pontos antes do marcador das costas, dois juntos, 2 meias, 1 ssk, tricote até  dois pontos antes do marcador, 1 ssk, dois pontos meia, 2 pontos juntos, tricote até a cava repetindo o que foi feito para a cava anterior e frente.

Na carreira 20, avesso, tudo em tricô.

Na carreira 21 repita apenas as diminuições da frente e costas ( na cava as diminuições são feitas apenas uma vez).

Tricote por mais 12 carreiras e aumento os pontos que foram diminuídos nas frente e nas costas, um vez. Então continue até atingir 30 ou 32 cm (ou até a altura desejada)

Faça  o acabamento em barra torcida 1/1 nas mangas e nas laterais das frentes. Por último, levante os pontos em volta do decote e tricote quatro carreiras em barra torcida 1/1.

Dica: levante os pontos para o acabamento com um agulha mais fina do que a usada para fazer a barra, isso deixará o acabamento mais perfeito.

Bom tricô!

[Receita prática] Gorro camponesa

Mais um trabalhinho finalizado. Esse gorro eu vi no filme A bussola de Ouro, o gorro usado por Lyra , que tem várias versões. Essa é a minha. O ‘Lyra Hat” é um tipo do gorrinho camponesa, muito simples e delicado. Cobre as orelhinhas , pode ser decorado com fair isle ou bordado. Um coringa para presente ou simplesmente pra aquecer os pequeninos.

Feito com agulhas retas, costura com grafting, para acabamento o I-cord aplicado, I-cord com folhas pequenas para finalizar. Usei um novelo do fio Akona, composição lã, poliamida e alpaca, super  macio com agulha 6mm.

A receita? Simples. Medir a distância de uma ponta do maxilar a outra e tricotar o comprimento/profundidade da cabeça. Dividir o número de pontos ao meio e costurar. Demais, cada um pode finalizar conforme seu estilo e técnica preferida.

Bom tricô!

 

 

[Receita prática]Sapatinho para bebês sem botões

Esses slippers, tipo sapatilha, são graciosos. A receita de chama-se No buttons babies booties, ou seja, sapatinhos sem botões. Pode ser decorado, eu coloquei um botãozinho muito bem amarrado para decorar, mas o melhor é deixar sem.

Na receita há indicações de medidas de recém nascido até 3 anos e tamanho adulto feminino. Enfim, um tesourinho.

A receita está disponível para download grátis no Ravelry,  do Stitch Left Designs de Mandy Pollock , além do vídeo com as orientações para a receita.

O azul foi tricotado com o fio merino uruguaio da 100%purewool (fingering weight)  e o rosa com fio Sublime na agulha 4.5mm. O botãozinho é opcional, podemos colocar um bolinha de lã feltrada.

Bom tricô!

No button baby booties  – Receita de  StitchLeft

Gratuita no Ravelry

http://www.ravelry.com/patterns/library/knit-no-button-baby-booties

[Tradução] Xale Boomerang em lã merino / Châle Boomerang en laine merino

Encantador esse xale com fio merino. Uma boa dica para uma peça impactante, com cores lindas e que pode ser feita por tricoteiras iniciantes, para aprender e exercitar as primeiras lições (cordões de tricô, laçada e aumentos com meia frente e atrás) ou experientes para um presente. A tradução  do Châle Boomerang do francês para o português e publicação aqui no blog foi gentilmente autorizada pela designer Louise Robert.

A peça da foto ao lado foi feita com um fio merino artesanal, o Filante de Biscotte e Cie, para o qual se indica agulha 5 a 6.  Foi usado fio duplo com agulha dez. Uma sugestão de fio nacional seria o fio merino da Fiolã  da Linha Hortência  ou com fio duplo com os fios da Coleção Tricô Sem Costura.

Agradeço a gentileza e convido os leitores a visitarem os links abaixo para conhecerem mais do trabalho da designer. No Flickr há várias fotos do xale em ângulo diferentes, uma peça muito versátil.

Louise, je vous remercie de votre gentillesse.

Bom tricô!

Blogue: http://biscottecie.com/blogue/

Página no Ravelry: http://www.ravelry.com/people/Biscotte

Galeria no Flickr:  http://www.flickr.com/photos/biscottecie/6437201037/in/photostream/

 Xale Boomerang

Receita original em francês de Louise Robert

http://biscottecie.com/blogue/?p=3132

Material

823 metros de fio  Worsted / 10 ply 100% Merino, 206 metros.

Agulhas 10mm, dois marcadores,  agulha de tapeçaria.

Amostra blocada: 8 pontos = 10 cm em cordões de tricô

Execução

Com fio duplo, montar 7 pontos colocando os marcadores: 3 meias, marcador, 1 meia, marcador, 3 meias.

Direito: 2 meias, laçada, meia até o marcador, laçada, passe o marcador, 1 meia, passe o marcador, meia até os dois últimos pontos, laçada, 2 meias.

Avesso: Tricotar todos os pontos em meia, menos o segundo e o penúltimo que devem ser tricotas em meia frente e atrás, para aumentar um ponto de cada lado.

Tricotar 36 carreiras na cor A, 16 carreiras na cor B, 12 carreiras na cor C e 8 carreiras na cor D.

Arrematar e depois eliminar pontas dos fios.

Bloque para que o xale ganhe amplitude.

PDF em Português: Xale Boomerang_pt

Châle Boomerang en laine merino

Ce châle avec la laine merino est passionante. C’est un travail très jolie avec  lsa composition des  couleurs et qui peut être faite pour toutes  les tricoteuses soit les debutantes ou même les plus experientes.  Le châle pourra les aprendre les prèmieres leçons d’art de tricoter (point mousse, jeté e augmentation brin endroit et brin envers) et c’est aussi a três bonne occasion de s’entrainer. La recette est  déjá disponible em ligne gratuitement em anglais et français,  maintenant en portugais aussi. La tradution et la publication ici dans le Tricot Sans Couture a éte autorisée par Louise Robert, qui nous remercions très fort.

La photo ici a été faite avec  la laine merino artesanale,o Filante de Biscotte e Cie, pour laquel sont indiquées les aiguilles  5mm a 6mm.  Dans la recette le fil a été utilisé Double avec aiguilles 10mm.  Une suggestion d’un fil qui on peut trouver au Brésil c’est la laine artisanale merino de Fiolã   la colection  Linha Hortência  ou avec  la laine merino qui nous avons signée Coleção Tricô Sem Costura. La dernière est plus fine et doit être utilisé selon la recette.

Je remercie e vous invite a tous a visiter les site interner ci-dessous pour connaitre um peu  les travailles et les creations de Louise. Dans le Flickr on  trouvera plusiers photos de châle, qui, sans doute, est une pièce très interessante.

Louise, je vous remercie de votre gentillesse.

Bon tricot à tous!

Blogue: http://biscottecie.com/blogue/

Página no Ravelry: http://www.ravelry.com/people/Biscotte

Galeria no Flickr:  http://www.flickr.com/photos/biscottecie/6437201037/in/photostream/

[Tradução] 5 Modelos Básicos de Xale por Derya Davenport: errata

Ontem recebi um meail de  Cristina Veiga De Vincenzo que está tricotando um dos modelos de xale da receita de Derya Davenport. Como teve dificuldades, enviou-me um  email e verifiquei que as dificuldades estavam no texto. Faltava uma pequena parte, o final da carreira 9 do modelo circular que está destacado em azul abaixo.

CARR. 9: 1M, laç ✽meia até o marcador, laç, passe o marcador, 1M, laç, rep. a partir de ✽mais duas vezes, meia até o último ponto, laç, 1M.

Eu e Derya já corrigimos o arquivo que já está disponível no Ravlery, Laylock e aqui. Também já troquei o link no post original.

Agradeço à Cristina,

Bom tricô!

[Tradução] A beleza da simplicidade no tricô de Tanya Beliak

Esta receita é uma supresa, tão delicada e simples: o Cachecol/Gola  Simplicidade Eternidade. Criada pela tricoteira canadense Tanya Belyak , a receita está disponível gratuitamente em seu blog Crocheterie e no Ravelry.

Uma opção para quem quer treinar técnicas de acabamento é colocar os pontos com o método provisório e finalizar com um grafting. Atenção: o caimento da peça vem da leveza da alpaca. Um outro fio não terá o mesmo efeito visual.

Tanya, thanks. Your pattern it’s so beautiful.

Bom tricô!

Happy Knitting!

Simplicity Eternity Scarf/Cowl

Fio: Berroco Ultra Alpaca
Amostra: 8 pontos 10 carr =5 x 5 cm
Agulhas 4mm

Monte 30  pontos

Lado direito: tricote todos os pontos em meia.
Lado avesso: 15 meias, 15 tricôs

Repita essas duas carreiras até o fim no novelo ou até alcançar o comprimento desejado do cacheco/gola. A peça mostrada na foto  tem 105 cm (42′), o suficiente para dar duas voltas no pescolo, e não muito comprido para ser usado como um cachecol.
Arremate.

Costure as pontas com uma agulha de tapeçaria ou uma agulha de crochê.

Fotos do blog Crocheterie

cedidas pela autora da receita para ilustrar a tradução.